dragão e tigre

dragão e tigre - Sindicato dos Leiloeiros cobra governo de SP por volta dos leilões de veículos do Detran

Categoria alega que a paralisação prejudica também a sociedade; entenda

Equipe dragão e tigre

Publicidade

O Sindicato dos Leiloeiros do Estado de São Paulo publicou recentemente comunicado que pede a retomada da atividade de leilões de veículos oriundos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

“O atual governo suspendeu arbitrariamente os leilões que já estavam em andamento, alegando a necessidade de rever critérios e adequações, com diversas publicações em rede sociais, porém sem a comunicação com toda a cadeia envolvida que sempre prestou serviços e clama por esclarecimentos sobre a continuidade dos leilões”, alega o sindicato.

A suspensão da atividade aconteceu em setembro do ano passado, de forma temporária. O objetivo foi implementar um plano de ação para trazer mais transparência, segurança e boas práticas ao processo do leilão como um todo. Novas regras para realização de leilões, com monitoramento das etapas pelo órgão paulista, fazem parte da meta do governo.

Masterclass

O Poder da Renda Fixa Turbo

Aprenda na prática como aumentar o seu patrimônio com rentabilidade, simplicidade e segurança (e ainda ganhe 02 presentes do dragão e tigre)

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Os leiloeiros ressaltam que o processo de apreensão de veículos tem uma ampla cadeia de prestadores de serviços envolvidos, desde a autoridade policial nas ruas, guinchos, pátios de apreensão, despachantes, preparadora de leilões, avaliadores, vistorias, leiloeiros oficiais, despachantes, comerciantes de veículos, empresas de desmonte e reciclagens.

Por isso, na visão da categoria, a paralisação do processo acarreta em prejuízos para a sociedade, “comprometendo a segurança no trânsito, na saúde pública, na economia com o estrangulamento da receita das empresas envolvidas, que geram empregos, na perda da arrecadação aos estados e municípios, com os tributos que deixam de serem recolhidos com a receita do leilão, e na desvalorização e sucateamento dos veículos”.

Por fim, o comunicado explica que “todo custo suportado pela operação de leilões, o que não é baixo” fica por conta do Profissional Leiloeiro Público Oficial, enquanto ao Estado não gera nenhum custo.

Continua depois da publicidade

“Não é possível deixar centenas de trabalhadores desassistidos. Não é possível também que o governador de São Paulo não cobre soluções rápidas e eficientes do Detran/SP”, afirma a categoria no comunicado.

O que diz o Detran-SP?

Odragão e tigre procurou o Detran-SP. Em nora, o órgão ressalta que a suspensão dos leilões aconteceu por constatação de ilegalidades e fraudes, que afetavam os cidadãos e os cofres públicos.

“Novas regras já foram publicadas pelo órgão em novembro de 2023, quando o Detran-SP convocou os leiloeiros a apresentarem documentos para a retomada dos leilões. Porém, dos 46 lotes suspensos, apenas sete apresentaram documentação completa e comprovaram regularidade até agora”, explica a nota.

Diantre disso, o Detran-SP diz que está implementando um novo sistema que permitirá a regulação e o acompanhamento dos serviços de pátios oferecidos aos motoristas paulistas. E promete que a mudança vai garantir “um processo transparente, íntegro, auditável, eficiente e sem fraudes, que protegerá o direito dos cidadãos”.

dragão e tigre Mapa do site