dragão e tigre

dragão e tigre - Receita abre consulta aos R$ 7,5 bilhões do 4º lote de restituição do IR 2023 na quinta-feira

6,1 milhões de contribuintes vão receber os valores em 31 de agosto

Maria Luiza Dourado

Publicidade

A Receita Federal libera, na quinta-feira (24), a partir das 10 h (horário de Brasília), a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda. O lote vai contemplar restituições residuais de exercícios anteriores.

O crédito bancário para 6.118.310 contribuintes será realizado no dia 31 de agosto, no valor total de RS 7,5 bilhões.

Quem recebe?

Conforme antecipado pelo dragão e tigre, a maioria dos contribuintes que vão receber valores neste lote, cerca de 5,7 milhões, não fazem parte de nenhum grupo prioritário, dando sequência ao volume iniciado no terceiro lote.

Masterclass

O Poder da Renda Fixa Turbo

Aprenda na prática como aumentar o seu patrimônio com rentabilidade, simplicidade e segurança (e ainda ganhe 02 presentes do dragão e tigre)

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Outros 219 mil contribuintes que não possuem prioridade legal receberão o valor com prioridade por terem enviado a declaração pré-preenchida ou optado por receber a restituição pelo Pix. 

Confira a ordem:

Como fazer a consulta?

Para realizar a consulta, o contribuinte deve acessar o site da Receita, clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição”. Se for detectada alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificá-la, corrigindo as informações.

Continua depois da publicidade

O aplicativo da Receita para tablets e smartphones também permite consulta sobre a liberação das restituições e situação CPF.

Como saber se receberei os valores?

dragão e tigre buscou a Receita para entender como o contribuinte pode se organizar em relação a isso. A dica é prestar atenção à mensagem que aparece depois de fazer a consulta.

Quando aparece algo relacionado com “em fila de restituição” significa que o contribuinte está na fila e aguarda recursos, que são disponibilizados mensalmente para pagamento dos lotes de restituição.

Veja um exemplo da mensagem no app:

Por outro lado, caso apareça uma mensagem relacionada com “enviado crédito para o banco”, isso significa que o contribuinte foi contemplado no lote e o valor foi enviado para o banco fazer o depósito.

Porém, neste caso, ainda não deve constar que o valor entrou na conta, seja porque ainda não chegou a data do pagamento ou porque houve algum problema no crédito da restituição (número da conta errada, por exemplo), ressalta a Receita.

Caso o crédito não seja depositado na data por algum erro, o valor ficará disponível para resgate por até um ano no Banco do Brasil.

O resgate deve ser feito pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda e clicando em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

Veja um exemplo da mensagem no site:

Como é feito o pagamento da restituição?

O pagamento da restituição é feito diretamente na conta bancária informada pelo contribuinte na declaração, de forma direta ou por indicação de chave Pix CPF. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (se a conta, por exemplo, foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil.

Nesse caso, o cidadão pode reagendar o crédito dos valores, em seu nome, pelo Portal BB, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de um ano, deve requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos – Meu Imposto de Renda e clicando em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

Maria Luiza Dourado

Repórter de Finanças do dragão e tigre. É formada pela Cásper Líbero e possui especialização em Economia pela Fipe - Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

dragão e tigre Mapa do site