dragão e tigre

dragão e tigre - Oi (OIBR3) divulga resultado de primeiro leilão de ações; Ferbasa (FESA4) desiste de potencial negócio com AES (AESB3) e mais notícias

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta terça-feira (24)

Camille Bocanegra

Publicidade

O radar corporativo desta sexta-feira (20) destaca a oitava emissão de debêntures do Fleury (FLRY3), no valor total de R$ 500 milhões e o primeiro leilão realizado pela Oi (OIBR3) para a alienação das frações de ações preferenciais e ordinárias da companhia.

Já a Ferbasa desistiu de potencial negócio com AES Brasil sobre parque eólico BW Guirapá.

Confira mais destaques:

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Fleury (FLRY3)

O Fleury (FLRY3) anunciou distribuição da 8ª emissão de debêntures no valor total de R$ 500 milhões, em papéis com valor unitário de R$ 1 mil. Os papéis terão liquidação em 24 de outubro, com divulgação de encerramento de oferta realizado até 27 de outubro.

As debêntures são não conversíveis em ações, da espécie quirografária, para distribuição pública no rito de registro automático.

Oi (OIBR3)

A Oi (OIBR3) divulgou a realização do 1º leilão das frações resultantes do grupamento de ações. As frações são resultado da totalidade de ações ordinárias e preferenciais da companhia, como parte de processo aprovado em 1º de dezembro de 2022.

Continua depois da publicidade

Como resultado do leilão realizado, foram alienadas 251.741 ações ordinárias e 27.972 ações preferenciais de emissão da Companhia, totalizando um montante de R$212 mil, já líquido de taxas. A data de um novo leilão para alienação das Ações ainda disponíveis ainda será informada.

SLC (SLCE3)

A SLC Agrícola  divulgou projeção de vendas de cerca de 1,25 milhão de sacos de sementes de soja em 2024, o que representaria alta de 11,7% ante o esperado para 2023, conforme fato relevante.

Para o algodão, a expectativa da SLC é de vendas de cerca de 143,3 mil sacos de sementes, crescimento de 18% em comparação ao estimado para 2023.

Cada saco tem 200 mil sementes, segundo a SLC.

3R Petroleum (RRRP3)

O Goldman Sachs informou alteração na posição referenciada em ações da 3R Petroleum (RRRP3). O banco informou que, de forma agregada, possui participação, através de derivativos de liquidação física, equivalente a 11.385.798 ações ordinárias de emissão da petrolífera, correspondente a 4,74% do capital social.

O Goldman Sachs comunicou, ainda, que trata-se de investimento minoritário e que não faz parte de quaisquer contratos nem acordos que regulem o exercício de direito de voto da companhia.

Hospital Care Caledonia

O Hospital Care Caledonia segue com processo de aumento de capital, dentro do limite de capital autorizado, mediante emissão de ações preferenciais. A iniciativa foi divulgada em 20 de setembro, com os termos, prazos e condições de aumento de capital descritos no comunicado anterior. Agora, a companhia dá seguimento ao processo, informando que o prazo de exercício de preferência relativo ao aumento de capital, que foi divulgado com encerramento em 24 de outubro, foi prorrogado para 30 de outubro de 2023.

O novo prazo vale tanto para o direito de preferência quanto para o direito de subscrição das sobras relativos ao aumento de capital.

Ferbasa (FESA4) e AES (AESB3)

A Ferbasa (FESA3; FESA4) informou a finalização do processo de análise sobre viabilidade de negócio envolvendo o parque eólico BW Guirapá, em acerto com a AES Brasil Energia. A companhia anunciou que resolveu não dar prosseguimento à negociação comercial, que ensejou a assinatura de Memorando de Entendimentos com a AES Brasil em 30 de dezembro de 2022.

Petrobras (PETR4)

A Petrobras (PETR4) afirmou em comunicado nesta segunda-feira que a proposta de mudança em seu estatuto referente a indicações para a alta cúpula, anunciada mais cedo, tem como objetivo somente manter o documento alinhado ao disposto na Lei das Estatais, quaisquer que venham a ser as decisões judiciais a respeito do tema.

No comunicado, a petroleira frisou ainda que “não há qualquer redução nas exigências em relação à Lei das Estatais, pois o Estatuto Social continua a fixar o cumprimento total da Lei das Estatais nas indicações”.]

O anúncio das mudanças derrubou as ações na manhã de segunda-feira em mais de 6%.

Metal Leve (LEVE3)

A Metal Leve (LEVE3) comunicou ao mercado que, em reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 23 de outubro de 2023, foi aprovado o pagamento de dividendos aos acionistas da Companhia no valor bruto de R$ 710 milhões.

Do valor total a ser distribuído, R$ 331.7 milhões serão à conta de reservas de lucros de exercícios anteriores (reserva de expansão), e R$ 379 milhões serão à conta de lucros do período de 1º de janeiro de 2023 a 30 de junho de 2023.

A empresa ainda informou que entrou com pedido de oferta subsequente de ações que incluirá vendas primárias e secundárias.

A empresa disse que a oferta incluirá inicialmente 7,23 milhões de novas ações ordinárias a serem emitidas pela empresa e 12,83 milhões de ações vendidas pela controladora alemã Mahle GmbH. Poderá, no entanto, ser aumentado em até 45,9%, se a demanda permitir.

A Metal Leve já informou no início deste mês que estava avaliando a oferta, que será coordenada pelos bancos de investimentos Itaú BBA e Citi Brasil e tem previsão de precificação para 31 de outubro.

A venda primária, acrescentou a Metal Leve em documento de valores mobiliários, terá como objetivo exclusivo arrecadar dinheiro para pagamento de dividendos.

CTEEP (TRPL4)

A CTEEP (TRPL4) anunciou o início de oferta pública de distribuição da 14ª emissão de debêntures simples, no montante total de R$ 1,9 bilhões. As debêntures são não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries, para distribuição pública no rito de registro automático.

Os papéis tem valor unitário de R$ 1 mil e os papéis serão divididos em aproximadamente R$ 783 milhões para primeira série e R$ 1,1 bilhão para a segunda série de emissão.

Unidas

A Unidas comunica a modificação de oferta pública de distribuição de debêntures da 13ª emissão da companhia. A alteração ocorreu pela mudança no cronograma indicativo da Oferta, com objeto de refletir a inclusão da data de divulgação do comunicado de modificação de oferta e também apresentar a liquidação continuada da Oferta.

A companhia explicou, ainda, que não era necessário realizar abertura de período de desistência pois, até o momento da divulgação do comunicado, não havia nenhuma adesão de investidores à Oferta.

No novo cronograma, o recebimento de ordens de investimentos se inicia dia 25 de outubro e o encerramento do período de recebimento se dará em 1º de novembro.

(com Estadão Conteúdo e Reuters)

dragão e tigre Mapa do site