dragão e tigre

dragão e tigre - Deus é brasileiro e temos que contar com ele para trazer chuvas, diz ministro de Energia

Segundo Eduardo Braga, o ONS já tomou as medidas para reforçar a geração de energia e que essas medidas, juntas, irão adicionar 1.500 MW ao sistema

Rodrigo Tolotti

(Divulgação/Eletrobras)

Publicidade

SÃO PAULO – Após falar mais cedo com jornalistas, o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, voltou a responder perguntas de repórteres nesta terça-feira (20) sobre o apagão ocorrido ontem em pelo menos 11 estados. Segundo ele, o sistema brasileiro é robusto e seguro, mas pode “sofrer intercorrências”.

A “solução” encontrada pelo ministro para resolver o problema, porém, foi um pouco inusitada. Segundo ele, é preciso contar com Deus para que haja mais chuvas, o que ajudaria a recuperar os níveis dos reservatórios das usinas hidrelétricas, garantindo mais tranquilidade no fornecimento. “Deus é brasileiro. Temos que contar que ele vai trazer um pouco de umidade e chuva para que possamos ter mais tranquilidade ainda”, disse ele, em tom de brincadeira.

O ministro disse que “algumas unidades foram desligadas para proteção da frequência” e que as “usinas desligadas serão alvo de investigação”. Como disse mais cedo, Braga reforçou a ideia de que o que ocorreu não foi falta de geração de energia e sim uma sequência de desligamentos do sistema.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

De acordo com ele, o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) já tomou as medidas para reforçar a geração de energia e que essas medidas, juntas, irão adicionar 1.500 MW ao sistema. Braga ainda afirmou que o ministério está acelerando o retorno dos equipamentos das térmicas em manutenção. Ele ainda afirmou que as ações preparadas pelo ONS têm como principal objetivo reforçar a energia na Região Sudeste. O ministro destacou que o sistema está preparado para atender a picos de demanda de energia em todas as regiões do País.

Entre as medidas anunciadas está o reforço na produção e transferência de 300 MW de energia da usina de Itaipu para o sistema. Braga disse ainda que a abertura da ligação entre as regiões Nordeste e Sudeste/Centro-Oeste vai adicionar 400 MW ao sistema. A ressincronização da usina de Angra 1 vai proporcionar um adicional entre 100 MW e 200 MW.

Rodrigo Tolotti

Repórter de mercados do dragão e tigre, escreve matérias sobre ações, câmbio, empresas, economia e política. Responsável pelo programa “Bloco Cripto” e outros assuntos relacionados à criptomoedas.

dragão e tigre Mapa do site