dragão e tigre

dragão e tigre - Allos (ALSO3) aprova recompra de ações e CCR (CCRO3) registra alta no tráfego; 3R (RRRP3) e RD (RADL3) têm mudanças acionárias

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta quarta-feira (11)

Felipe Moreira

Publicidade

O radar corporativo desta quarta-feira (11) tem como destaque o programa de recompra de ações da Allos (ALSO3).

Já a CCR (CCRO3) registrou um aumento de 5% no tráfego de veículos no mês de setembro, em comparação com o mesmo período do ano passado.

A 3R (RRRP3) e RD (RADL3) anunciaram mudanças acionárias relevante na noite passada.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A B3 (B3SA3) teve queda anual de 20,9% no volume negociado de ações em setembro.

A Camil (CAML3) lucrou R$ 46,9 milhões no segundo trimestre fiscal, baixa anual de 50,1%.

A Vivo (VIVT3) anunciou pagamento de JCP no valor de R$ 150 milhões.

Continua depois da publicidade

Santander (SANB11) aprovou pagamento de dividendos e JCP no valor de R$ 1,5 bilhão.

Moura Dubeux (MDNE3) teve alta de 13,3% nas vendas no 3º trimestre.

Oncoclínicas fechou locação de imóvel para construir primeiro Cancer Center em SP.

Confira mais destaques:

Allos (ALSO3)

O Conselho de Administração aprovou programa de recompra de até 26.664.413 ações de emissão da própria companhia, a ser executado na B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”) , por meio da BR Malls Participações S.A., subsidiária da Companhia.

Após anunciar três transações de desinvestimento no montante de R$ 862 milhões a valuations atrativos, a ALLOS vai aproveitar as condições de mercado para recomprar ações, reforçando a sua bem-sucedida estratégia de alocação de capital. O programa de recompra que será de até 5% do capital da Companhia, visa aumentar o retorno por ação.

CCR (CCRO3)

A CCR (CCRO3) registrou um aumento de 5% no tráfego de veículos nas rodovias que administra durante o mês de setembro, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Na CCR Mobilidade, que junta os ativos de metrô e trens da companhia, o número de passageiros transportados subiu 6,9% em setembro ante o mesmo intervalo de 2022.

3R Petroleum (RRRP3)

O Goldman Sachs informa que, de forma agregada, possui participação, através de derivativos de liquidação financeira, equivalente a 10.913.572 ações ordinárias de emissão da Companhia, correspondente a 4,55% do capital social.

Adicionalmente, o Goldman Sachs informa possuir instrumentos derivativos de liquidação física equivalentes a 10.819.757 ações ordinárias de emissão da Companhia, correspondente a 4,51% do capital social.

RD (RADL3)

O J.P. Morgan Chase & Co reduziu sua participação acionária na companhia, passando a deter 85.882.614 ações (equivalentes a, aproximadamente, 4,99% do total de ações).

Orizon Valorização de Resíduos (ORVR3)

A Orizon Valorização de Resíduos (ORVR3) e a Orizon Meio Ambiente (OMA) comunicam que a agência S&P Global Ratings reafirmou os Ratings da Companhia e da 4ª emissão de debêntures da OMA em ‘brAA+’ na Escala Nacional Brasil, com mudança de perspectiva para estável.

Conforme o relatório da S&P, a manutenção dos ratings baseia-se na expectativa de melhora na eficiência operacional em 2023 e 2024. O relatório ainda destaca uma adequada posição de liquidez associada a uma estrutura de capital que permite a Companhia realizar seu plano de investimentos.

Americanas (AMER3)

A Americanas (AMER3), que está em recuperação judicial, divulgou detalhes de mais recente proposta apresentada pela companhia, incluindo emissão de nova dívida, conforme busca avançar nas negociações com credores.

A atual proposta contempla, quanto ao compromisso dos acionistas de referência de capitalizar a varejista, aumento de capital de curto prazo, em dinheiro, no valor de R$ 12 bilhões, considerando o financiamento DIP (“debtor-in-possession”, na sigla em inglês) já aportado, conforme fato relevante à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Os termos referem-se ao compromisso dos acionistas de referência de capitalizar a companhia.

Também prevê capitalização de dívida concursal por parte dos credores também no valor de R$ 12 bilhões e emissão de nova dívida para refinanciar parte das dívidas concursais existentes no valor de R$ 1,875 bilhão.

Ainda inclui R$ 8,7 bilhões em dinheiro dedicados à recompra antecipada de dívida concursal com desconto.

Oncoclínicas (ONCO3)

A Oncoclínicas anunciou hoje que fechou a locação do imóvel onde será construído seu primeiro Cancer Center na cidade de São Paulo. A operação foi feita na modalidade Built To Suit (BTS)  junto a um fundo imobiliário detido pela Cedro Participações. Ou seja, a Cedro constrói o imóvel e aluga para a Oncoclínicas durante 30 anos.

A empresa de saúde vai investir  R$ 300 milhões na estrutura de equipamentos e mobiliário da nova unidade, que ficará no bairro da Liberdade, zona sul de São Paulo, região conhecida por abrigar grandes hospitais e clínicas médicas.

Ali serão instalados  um parque de diagnóstico por imagem, anatomia patológica e genômica integradas, cerca de 20 salas para cirurgias de alta complexidade (incluindo robótica), ala dedicada a terapia celular, aceleradores lineares para radioterapia e cuidados continuados, além de pronto atendimento e centro clínico de especialidades complementares ao paciente oncológico como cardiologia, urologia, neurologia, entre outras. O novo Cancer Center contará com uma área de 48 mil metros quadrados e cerca de 360 mil leitos, com início das operações previsto para 2026.

Camil (CAML3)

A Camil (CAML3) registrou baixa de 50,1% no lucro líquido no segundo trimestre de 2023 em relação a igual período do ano passado, saindo de R$ 93,9 milhões para R$ 46,9 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 212,4 milhões, alta anual de 1,9%. A margem Ebitda caiu 0,4 p.p. (pontos percentuais), para 7,3%.

A receita líquida somou R$ 2,912 bilhões no segundo trimestre deste ano, crescimento de 8% na comparação com igual etapa de 2022, devido ao efeito de crescimento de preços no período, parcialmente compensado pela redução decorrente do efeito do volume consolidado.

B3 (B3SA3)

A B3 (B3SA3) registrou um recuo de 20,9% na base anual do volume financeiro médio diário do segmento ações em setembro de 2023, caindo de R$ 29,476 bilhões para R$ 23,321 bilhões, de acordo com dados divulgados pela operadora da Bolsa brasileira.

Neste setor, a receita média por contrato (RPC) teve alta de 8,8% na base anual, para R$ 0,949, e a velocidade de giro caiu de 159,0% para 129,6%.

No segmento de derivativos, que inclui juros, câmbio e commodities, o volume médio diário de negócios subiu 4,7% em setembro na base anual, mas caiu 8% em relação ao mês imediatamente anterior, ficando em R$ 5,646 bilhões.

Santander (SANB11)

O Conselho de Administração do Banco Santander (SANB11) aprovou nesta terça-feira (11) a distribuição de dividendos intercalares no montante de R$ 380 milhões, equivalentes a R$ 0,04866003444 por ação ordinária, R$ 0,05352603789 por ação preferencial e R$ 0,10218607233 por Unit.

Além dos dividendos, o banco aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio no montante bruto de R$ 1,12 bilhão, equivalentes a R$ 0,14341904889 por ação ordinária, R$ 0,15776095377 por ação preferencial e R$ 0,30118000266 por Unit.

Farão jus aos proventos os acionistas que se encontrarem inscritos nos registros do Santander no final do dia 19 de outubro de
2023.

Vivo (VIVT3)

A Telefônica Brasil S.A., conhecida como Vivo (VIVT3), anunciou o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP). O montante total bruto é de R$ 150 milhões, com retenção de imposto de renda (IR) na fonte, à alíquota de 15%, resultando no montante líquido de R$ 127,5 milhões. O valor tem como base o balanço patrimonial de 31 de agosto de 2023.

O valor bruto a ser pago, por ação, é de aproximadamente R$ 0,0954 e, considerando o IR, o valor líquido torna-se R$ 0,0769 por ação. A posição acionária a ser considerada será a de 23 de outubro, com data de declaração em 10 de outubro. O pagamento será imputador como dividendo obrigatório no balanço da empresa de 2023.

Azul (AZUL4)

O tráfego de passageiros consolidado (RPKs) da companhia aérea Azul (AZUL4) aumentou 12% no terceiro trimestre de 2023 na comparação com mesmo período de 2022 (3T22), frente a um aumento de 11,5% da capacidade (ASKs).

Com isso, a taxa de ocupação ficou em 82,2%, um aumento de 0,4 pontos percentuais comparado com o mesmo período de 2022.

No mercado doméstico, o tráfego de passageiros consolidado aumentou 4,2% na comparação com 3T22, frente a um aumento de 4,2% da capacidade (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 80,4%, mantendo-se estável na comparação com igual etapa do ano passado.

Moura Dubeux (MDNE3)

A Moura Dubeux (MDNE3) registrou vendas líquidas de R$ 408 milhões no terceiro trimestre de 2023 (3T23), um aumento de 13,3% na base anual e de 16,5% em relação ao 2T23.

Os distratos somaram R$ 33,2 milhões no 3T23, um recuo de 10,1% na comparação anual.

O Índice VSO Líquido (%MD) nos últimos doze meses foi de 44,9%, uma redução de 10,2 pp quando comparado ao 3T22 e um aumento de 1,2 pp em relação aos 43,7% do 2T23.

Direcional (DIRR3)

O Grupo Direcional lançou 15 novos empreendimentos/etapas, totalizando um VGV de R$ 1,4 bilhão (R$ 1,3 bilhão % Companhia), um aumento de 18% em relação ao volume lançado no mesmo trimestre de 2022, em linha com a estratégia da Companhia de crescimento da operação.

As vendas líquidas atingiram a marca histórica de R$ 1 bilhão (R$ 751 milhões % Companhia), marcando mais um trimestre recorde na métrica. Em comparação ao mesmo trimestre do ano anterior, houve crescimento de 19%, e frente ao trimestre anterior, o montante foi 4% maior.

Cury (CURY3)

A Cury (CURY3) registrou vendas líquidas de R$ 972,6 milhões no 3T23, montante que representa um aumento de 9,8% em relação ao 3T22 e uma queda de 18,5% em comparação ao 2T23.

No 3T23, foram lançados 7 empreendimentos, sendo 5 localizados em SP e 2 no RJ, totalizando o VGV de R$ 941,7 milhões, aumento de 2,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Tegra

As vendas brutas atingiram R$ 340 milhões (% Tegra) no 3T23, aumento de 21% frente ao 3T22 e de 42% frente ao trimestre anterior.

O índice de VSO da companhia atingiu 10,0% no 3T23, crescendo 0,4 p.p. na comparação anual e 3,4 p.p. na comparação trimestral.

Desktop (DESK3)

A JGP Gestão de Recursos passou a deter, de forma agregada, o total de 5.770.001 ações ordinárias de emissão da Companhia, representando aproximadamente 5,01% do total de ações ordinárias emitidas pela companhia.

dragão e tigre Mapa do site