dragão e tigre

dragão e tigre - IGP-M cai 0,06% na 2ª prévia de agosto, ante queda de 0,72% na mesma leitura de julho, diz FGV

Movimento foi puxado por um recuo menos intenso na margem do IPA-M, de queda de 1,03% para contração de 0,08%

Estadão Conteúdo

Publicidade

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) cedeu 0,06% na segunda prévia de agosto, após cair 0,72% na mesma leitura de julho, informou nesta segunda-feira (21) a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O movimento foi puxado por um recuo menos intenso na margem do Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), de queda de 1,03% para contração de 0,08%, e aceleração do Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M), de alta de 0,03% para 0,22%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M), por outro lado, caiu 0,12% na segunda prévia de agosto, após subir 0,04% na mesma leitura em julho.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

IPAs

Os preços ao produtor agropecuário medidos pelo IPA-M agro subiram 0,12% na segunda prévia do IGP-M de agosto, ante queda de 2,29% na mesma leitura de julho. Nos preços industriais medidos pelo IPA-M industrial, houve perda no ritmo de deflação entre as leituras, de 0,57% para 0,16%.

Nas aberturas por estágios de processamento, os Bens intermediários caíram 0,43%, ante recuo de 1,22%, com destaque para o subgrupo materiais e componentes para a manufatura (-1,40% para -0,71%).

Os Bens finais passaram de queda de 0,97% em julho para recuo de 0,74% em agosto. O movimento foi puxado pelo subgrupo combustíveis para o consumo (-7,05% para -2,86%).

Continua depois da publicidade

Já as matérias-primas brutas subiram 1,00% nesta leitura, ante queda de 0,88%. Contribuíram para o movimento da abertura os itens soja em grão (-1,23% para 5,43%), café em grão (-12,45% para -2,93%) e milho em grão (-4,78% para -0,10%). Em sentido oposto, destacam-se os itens minério de ferro (5,00% para 2,51%), cana-de-açúcar (0,19% para -0,45%) e mandioca/aipim (-1,25% para -3,58%).

Influências

As maiores pressões para cima sobre o IPA-M na segunda prévia de agosto partiram de soja em grão (-1,23% para 5,43%), minério de ferro (5,00% para 2,51%) e farelo de soja (-2,66% para 5,81%), junto com banana (4,56% para 7,22%) e óleo de soja refinado (3,85% para 5,71%).

Por outro lado, puxaram o índice para baixo batata-inglesa (8,35% para -23,96%), leite in natura (-6,48% para -2,50%) e ovos (-2,08% para -3,94%), seguidos por celulose (-10,73% para -10,00%) e mandioca/aipim (-1,25% para -3,58%).

dragão e tigre Mapa do site