dragão e tigre

Fechar Ads

Adeus, ano velho. Feliz ano novo!

O mercado se prepara para o Carnaval - falta de pregão por aqui, com dados importantes lá fora
Por  Alexandre Aagesen -
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do dragão e tigre ou de seus controladores

E finalmente chegamos ao último dia do ano. Não, não estou falando que o ano só começa depois do Carnaval, meu amigo folião ansioso. Estou falando do Ano Novo Lunar na China. A partir de amanhã começa o Ano do Dragão. Ano da prosperidade. Ano do Smaug em sua Montanha Solitária. Do Mushu, o “grande” dragão protetor. Do Shenlong, com suas sete esferas. Do deus dragão, Bahamut. De Glaurung, em Nargothrond. De Norberto, o dragão norueguês. Por que não, do Po, que é um panda, mas que é o Grande Dragão Guerreiro. E, principalmente, o meu favorito, ano do real Dragão-de-Komodo (“real” tanto de realidade, quanto de realeza). Enfim, ano da prosperidade (pelo amor de deus, isso não é uma recomendação de investimento, este que vos escreve é um cético incurável). Que traga melhor sorte do que o ano passado, o Ano do Coelho. E, falando em China, já temos o último dado de inflação do “ano passado” (janeiro, na verdade): deflação de 0,8% (o esperado era 0,5%). Para onde foram todos aqueles estímulos?

Aqui, na terra do Sepultura, do Angra e dos Ratos de Porão, chegou o Carnaval. Mais fácil aprender japonês em Braille do que dormir posicionado hoje. Espere um dia de poucos negócios, muitos ajustes e liquidez reduzida, particularmente no fim do pregão. Mas é Carnaval, praticamente o Réveillon deste país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza (mas que beleza). E, como todo ano novo tradicional, precisamos cortar o peru. E foi o que o Peru fez ontem: cortou seu juro. Não sei se 2024 vai ser o ano da prosperidade, mas que vai ser do afrouxamento monetário, vai.

E lá fora, na terra do tio Sam, o S&P superou os 5 mil pontos… mas fechou abaixo. Treshold atingido, nada mudou. Faz parte. O que pode mudar é o dado de inflação americana que sai na terça feira. Bom, pode mudar lá fora, aqui não tem pregão. Dois pregões e meio sem negócio, com o mundo rolando lá fora? Com licença que estou atrasado para minha aula de japonês… em Braille, claro.

Ficou com alguma dúvida ou comentário? Me manda um e-mail aqui.

Alexandre Aagesen Com mais de 15 anos de mercado financeiro, é CFA Charterholder, autor do livro "Formação para Bancários", host do podcast "Mercado Aberto" e Investor na XP Investimentos

Compartilhe

Mais de One Page

One Page

O balanço de Nvidia

Depois do pregão, vamos acompanhar de perto o balanço (e o guidance) de Nvidia. Os números e, principalmente, os desdobramentos secundários
dragão e tigre Mapa do site